V Congresso da ABCF tem recorde de participação

Evento, que aconteceu 100% de forma virtual, contou com 703 inscritos e mais de 30 palestras

A 5ª edição do Congresso da Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas (ABCF), que aconteceu de 1 a 3 de outubro de 2020, contou com 703 inscritos, mais de 30 palestrantes de universidades de todas as regiões do Brasil e também de outros países e 374 trabalhados apresentados. O evento, que pela primeira vez aconteceu de forma virtual, teve 25 horas de transmissão. 

O desenvolvimento de sistemas de liberação de fármacos para o tratamento de doenças negligenciadas, as inovações no campo da farmácia clínica e comunitária e os desafios da educação farmacêutica foram alguns temas abordados nas palestras. Também foram discutidos o diagnóstico para Covid-19 e a situação atual das vacinas para a doença, além dos desafios de empreender na área farmacêutica, dentre outros temas.

Mesas-redondas abordaram temas importantes, como a necessária participação da universidade junto às comunidades da periferia, o desenvolvimento de vacinas no Brasil e a formação docente e o ensino da graduação em Farmácia.

Dos 375 trabalhos apresentados, oito receberam premiações. O 1º lugar do Prêmio Artmed/SECAD foi dado a Luanna Resende, da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e o 2° lugar para Fabíola Flores, da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões. Na categoria pôsteres Priscila Akemi Yamamoto, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FCFRP-USP) recebeu o 1º lugar, Ludmila Alvim Gomes P. Giacone, da Universidade de Brasília, foi premiada com o  2° lugar e Rúbia C. F. Melo Reis, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) com o 3° lugar. Na apresentação oral, Edilson R. de Oliveira, da Universidade Federal de Goiás (UFG), Alessandra V. de Souza Faria, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e Marcella M. S. Furtuoso, da Universidade Federal de Goiás (UFG), receberam o 1º, 2º e 3º lugar, respectivamente.

Durante o Congresso também foi divulgado o resultado do Prêmio Suely Galdino – Jovem Cientista na Farmácia e áreas afins, lançado neste ano pela ABCF. O prêmio foi conferido ao professor Moacyr Jesus Barreto de Melo Rêgo, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Criado pela ABCF com o objetivo de reconhecer jovens que tiveram notável impacto na área das Ciências Farmacêuticas, o nome do prêmio homenageia Suely Galdino, cientista de importância histórica para a área.

“O Congresso é uma oportunidade para conhecer pesquisas na área de Farmácia realizadas em todo o país, tanto nas palestras quanto nos trabalhos submetidos pelos participantes”, afirma Flavio Emery, presidente da ABCF.

Compartilhe esta notícia:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp