Prêmio Suely Galdino

O Prêmio Suely Galdino – Jovem Cientista na Farmácia foi entregue ao professor Moacyr Jesus Barreto de Melo Rêgo, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Criado pela ABCF, o prêmio tem como objetivo mostrar ao país a relevância da pesquisa produzida por jovens cientistas e, principalmente, o grande valor desse trabalho.

Os critérios de avaliação envolveram: qualidade científica das publicações, inovação tecnológica, engajamento social, atividades de divulgação e comunicação científica, impacto social da pesquisa e relevância da pesquisa e atuação para a área da Farmácia. O vencedor recebeu um prêmio monetário de patrocinador, adesão à ABCF por um período de 2 anos (2021-2022) e certificado de premiação.

O nome do prêmio homenageia Suely Galdino, cientista de importância história para a área da Farmácia. Formada pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com doutorado pela Universidade Joseph-Fourier de Grenoble I, Sueli foi professora titular da UFPE, onde orientou mais de 50 estudantes de pós-graduação, entre mestrado e doutorado. Ela também foi presidente da ABCF e coordenadora suplente de área da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o que representa seu engajamento com a área.

“Estimular e viabilizar o crescimento de jovens pesquisadores foi uma constante na carreira da professora Suely. Tudo isso, aliado ao trabalho para o crescimento da área da Farmácia em todas as regiões do país, seja na CAPES ou no CNPq, e o engajamento no estabelecimento de subáreas, como o da Assistência Farmacêutica, reflete o impacto desta liderança para a Ciências Farmacêuticas no país. Este prêmio reflete a obra, ao mesmo tempo que pavimenta o caminho para os jovens pesquisadores e cientistas seguirem o legado deixado”, diz Flavio Emery, presidente da ABCF.

Compartilhe esta notícia:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp