NOTA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS (ABCF)

Após quatro anos de extrema dificuldade por que as áreas de Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia do país têm passado, com sucessivos cortes de recursos e ameaças que o Governo Federal vem impondo aos profissionais dessas áreas; em seu último mês de atuação, este Governo mais uma vez surpreende negativamente a sociedade civil.

No último dia 6 de dezembro de 2022, as Universidades e Institutos Federais viram-se sem orçamento ou recursos em caixa para honrarem pagamentos básicos de manutenção, como contas de água, luz e pagamento de pessoal terceirizado de segurança e limpeza. Também, o Ministério da Educação informou não contar com orçamento para pagamento de bolsas a médicos residentes e alunos de pós-graduação de todo o país já neste mês de dezembro.

São aproximadamente 200 mil pessoas que têm atuado bravamente na linha de frente da Saúde, Ciência e Tecnologia do Brasil e que hoje são prejudicadas de maneira vil pela incompetência e ingerência de uma gestão que não prioriza nem a eles e nem todo um país que depende de seu trabalho incansável.

Assim, a ABCF junta-se a todas as associações e entidades para denunciar e exigir que o poder público cumpra com suas obrigações e pede apoio da sociedade civil e Congresso Federal para que essa situação seja revertida o mais rapidamente possível.

Ribeirão Preto, 7 de dezembro de 2022.

DIRETORIA DA ABCF

Compartilhe esta notícia:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp