ABCF explica a diferença entre uso da ivermectina para parasitas e para COVID-19

Testes em laboratório mostram que novo coronavírus não sobreviveu a doses altas de ivermectina. Em humanos seria o equivalente a 10 vezes a dose usada para tratar parasitas; dosagem que pode provocar convulsões A vice-presidente da ABCF-Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas, Sandra Farsky, docente da Faculdade de Ciências Farmacêuticas USP-SP, alertou para os riscos do […]